_GPF1276.jpg

HISTÓRIA

NALIMO foi fundada há 5 anos por Dayana Molina. Uma potência criativa em ativismo. A partir de uma necessidade pessoal da estilista, a marca nasce com os propósitos enraizados em seu coração:  ambientalmente responsável e comprometida com a representatividade.

Seu time é 100% feminino. Mãos ancestrais que tecem um futuro mais bonito, igualitário e sustentável. Em toda  estruturas da marca, as mulheres estão pensando, criando e  dirigindo os processos. 
 

As características da marca permeiam o estilo e posicionamentos da designer; minimalista e confortável. Um equilíbrio perfeito entre beleza e potencialidades dos movimentos humanos.

 

Acreditamos que mover-se é essencialmente importante. Há uma urgência que o mundo possa se transformar com a nossa existência. É um conjunto de estilo bastante casual que transita em diferentes espaços.

 

De suas avós, herdou a força e a criatividade. Suas raízes indígenas, vem de matriarcas da estilista; sua avó materna nascida em território nordestino e sua bisa aymara de raízes peruana, nascida em Lima. A força de seus ancestrais, a espiritualidade e sabedoria dos povos nativos, são fonte de inspiração contínua no ativismo e posicionamento da estilista. 

HISTORIA.png
 
IMG_3442.JPG.jpg

NO BACKSTAGE

Fundada por Dayana Molina, artivista e estilista indígena expoente. Atua na luta por representatividade e produção de conteúdos. Molina tem colaborado com narrativas descolonias na moda no Brasil e Abya Yala.
 

Atua há 13 anos na moda, levantando discussões emergentes na indústria. Criou a tag #descolonizeamoda e, através dessa iniciativa, propõe maior reflexão, visibilidade e protagonismo de criativos indígenas na moda.

Cansada das referências eurocêntricas, em um país originalmente indígena, questiona o mercado de moda (predominantemente embranquecido e elitizado) e inspira novas perspectivas.

 

Fundou em janeiro de 2021, a primeira escola de design decolonial, Aldeia Criativa Design do Futuro. Capacitação profissional para preparar e conectar com o mercado de moda. A Aldeia Criativa é uma parceria da estilista com o Coletivo Indígenas Moda Br, onde juntos visam capacitar 100 jovens de diferentes territórios do Brasil e América Latina, por ano.  
 

Usa a moda como ferramenta de luta e inclusão social, dando voz e espaço à outras mulheres que, assim como ela, cresceram sem referências artísticas e representatividade. 

BLOG